Mapa do SiteOutlook Mail

Gestão de riscos minimiza perdas de recursos

PDF Imprimir E-mail

É possível prever os riscos e garantir um gasto eficiente do dinheiro público com método e disciplina. Foi com esse foco que o chefe de Assessoria Especial de Controle Interno do Ministério da Fazenda, Francisco Eduardo Bessa, conduziu sua palestra durante o primeiro dia do 2º Fórum Piauiense de Controle Interno. O evento, promovido pela Controladoria-Geral do Estado do Piauí (CGE), iniciou na quinta-feira (09 de novembro) e segue até esta sexta-feira (10 de novembro), no Tribunal de Contas do Estado, em Teresina.

palestra-bessa

De acordo com o professor, que é auditor federal de Finanças e Controle do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União, os órgãos públicos precisam atuar preventivamente.

“Se pararmos para pensar, fazemos gestão de riscos de maneira intuitiva. Em um dia de trabalho, as pessoas resolvem os problemas à medida que vão aparecendo. O que podemos fazer é migrar dessa situação de resolver problema para antecipar os eventos que podem comprometer o alcance dos nossos objetivos. É onde está a diferença entre resolver problemas e fazer gestão de riscos. O gestor de riscos olha para frente, para o que se pretende alcançar”, explica.

Ele ressalta que existem ferramentas, técnicas e metodologias que precisam ser disseminadas nos órgãos públicos para que todos os gestores possam ter capacidade de visualizar os riscos, estabelecer um plano de ações mitigadoras para que se evitem as consequências de um possível evento negativo. 

palestra-bessa2

“Um dos desafios principais é a capacitação, mas a CGE/PI está dando uma amostra, com esse evento, que estão preocupados com isso. O segundo desafio é o patrocínio das autoridades. Esse patrocínio do Governador do Estado ao tema controle e gestão de riscos é fundamental, pois tratar riscos e governança é importante, assim como é importante termos bons controles. A atuação forte da Controladoria também é importante e nesses dois desafios, a Controladoria está tratando adequadamente”, completou.

Escrito por Virgínia Santos   
 

Adicionar comentário

Será rejeitada a mensagem que desrespeitar a lei, apresente linguagem ou material obsceno ou ofensivo, seja de origem duvidosa, tenha finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do sítio. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.


Código de segurança
Atualizar