Mapa do SiteOutlook Mail

Governo gera economia de R$ 22,5 mi com acompanhamento de obras do Estado

PDF Imprimir E-mail

De janeiro a setembro deste ano, a atuação da Controladoria-Geral do Estado do Piauí (CGE) no acompanhamento de obras e serviços de engenharia alcançou uma economia de R$ 22,5 milhões aos cofres do Estado. A economia é gerada, principalmente, na avaliação do projeto e planilha orçamentária das obras e serviços de engenharia.

Os relatórios da CGE são enviados aos gestores para que os órgãos adotem as providências, sendo de grande importância para os gestores que passam a ter a segurança de que os serviços serão executados conforme estabelecido.

“Esse acompanhamento é importante para que as obras sejam executadas de acordo com todos os normativos técnicos, estejam condizentes com o que vai ser executado, planilha orçamentária e projetos compatibilizados. Isso evita futuros aditivos e até paralisação das obras”, explicou o gerente de Controle de Obras da CGE, Paulo Henrique Melo Portela.

Os trabalhos têm sido realizados em parceria com os órgãos envolvidos, o que garante melhores resultados para o Estado. Dentre as obras fiscalizadas e que estão sendo acompanhadas, destacam-se a primeira etapa da construção do Centro de Referência Médica de Picos; implantação e pavimentação asfáltica no trecho São João da Serra/ BR-407 - PI-115 (Castelo do Piauí) e na PI-216 no trecho Juazeiro do Piauí/Milton Brandão; além dos serviços de pavimentação asfáltica no trecho que compreende o entroncamento da PI-113 (José de Freitas) ao Povoado Ema, naquele município.

Para o controlador-geral do Estado, Nuno Bernardes, a atuação preventiva é bastante importante para o Governo do Estado. “Esse acompanhamento preventivo durante a contratação e execução de obras públicas é de suma importância, tanto para que o Estado possa economizar recursos públicos no nascedouro da despesa, quanto também para quando houver a fiscalização do controle externo, por meio do Tribunal de Contas ou Ministério Público, a Controladoria já tenha atuado previamente, dando economicidade pela regular execução da obra pública e também dando segurança aos executores e aos gestores públicos”, destaca Bernardes.

Escrito por Virgínia Santos   
 

Comentários  

 
# jamile noronha 07-11-2017 13:06
Boa Tarde, assisti a reportagem no Jornal do Piauí gostaria de saber sobre as inscrições para o curso que o Procurador mencionou.

Obrigada desde já.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
# Virgínia Santos 08-11-2017 13:43
Boa tarde! Você pode efetuar a inscrição no dia do evento. O 2º Fórum Piauiense de Controle Interno inicia nesta quinta-feira (09), no auditório do Tribunal de Contas do Estado, em Teresina
Responder | Responder com citação | Citar
 

Adicionar comentário

Será rejeitada a mensagem que desrespeitar a lei, apresente linguagem ou material obsceno ou ofensivo, seja de origem duvidosa, tenha finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do sítio. A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores.


Código de segurança
Atualizar